Imprensa

CDA e parceiros realizam atividade em propriedade na linha Passo do Uvá


Na última terça-feira (8) a equipe do Centro de Divulgação Ambiental – CDA, do Consórcio Itá em parceria com a Epagri escritório Itá e Consórcio Lambari/Comitê Jacutinga estiveram na propriedade do Sr. Neuro Anselmini, na linha Passo do Uvá em Itá-SC. A ação também envolveu os alunos do ensino médio da EEB General Liberato Bittencourt e teve como objetivo observar a vegetação ciliar no entorno da nascente e diagnosticar a qualidade da água. 
A história junto a propriedade começou no ano de 2016 quando o proprietário foi orientado pela Epagri a construir a proteção da fonte utilizando o modelo Caxambu. A proteção de fonte é uma forma simples e eficaz de preservação da água, ela tem a função de impedir o acesso de animais, evitando a contaminação por dejetos fecais e reduzindo a presença de partículas na água. Com a proteção, houve a necessidade de cercar o local para que houvesse a recuperação natural da vegetação no entorno.
Em 2017 os mesmos estudantes realizaram na propriedade a “Oficina de Recomposição de Mata Ciliar”. Neste ano eles voltaram para verificar as transformações e fazer o plantio de mudas de cerejeira e guabijú. Segundo o proprietário Sr. Neuro Anselmini as mudanças são visíveis. “A fonte melhorou ainda mais a quantidade e qualidade da água, hoje ela é destinada aos animais da propriedade, mas futuramente esperamos que seja apropriada para o nosso consumo”, afirmou.
A educadora ambiental do CDA, Anaí Cadore garante que o modelo caxambu apresenta vantagens, porém não basta somente instalar sem preservar. “É de suma importância que sejam elaborados programas que visem a preservação ambiental das nascentes e seu entorno em propriedades rurais”, destacou Anaí.
Em relação ao diagnóstico de qualidade da água, o representante do Consórcio Lambari/Comitê Jacutinga Maikon Waskiewic declara que a atividade serviu para que os alunos conhecessem a realidade da nascente e percebessem a mudança ocorrida após o processo de recuperação. “Estamos trabalhando em conjunto para garantir um ambiente  melhor”, finalizou Maikon. 

 

 

 

Compartilhe:

Artigos relacionados

Notícias

Ver outras notícias