Imprensa

Histórias cruzadas: Arabutã 27 anos


O município de Arabutã, um dos 11 municípios lindeiros ao reservatório da Usina Hidrelétrica Itá, teve sua história de emancipação político-administrativa escrita em meio as transformações que ocorreram na região para receber as obras da construção da Usina. Emancipada em 31 de março de 1991, a localidade teve seus primeiros habitantes em meados de 1912, com a chegada de caboclos remanescentes da construção da linha férrea na região.
Uma década depois, colonizadores romenos foram atraídos à região por empresas colonizadoras em troca de terra e comida. Foram estes imigrantes que abriram as estradas para mais tarde servirem de passagem aos novos imigrantes: os alemães. Hoje, 4.193 habitantes (Censo 2010) residem no local, que tem sua economia baseada no agronegócio.
Arabutã é um bom lugar para se viver! Em relação ao Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), o município ocupa a 940ª posição entre os 5.565 municípios brasileiros, segundo dados divulgados em 2010. Outro destaque é a longevidade, Arabutã conta com 17% dos habitantes com mais de 60 anos. 

Recursos repassados e trabalho em conjunto
Arabutã possui cerca de 35 propriedades localizadas na extensão do reservatório da UHE Itá e faz parte do grupo de 11 municípios lindeiros que recebem mensalmente valores referentes a Compensação Financeira pela Utilização de Recursos Hídricos – CFURH. Historicamente já foram repassados, desde o ano de 2000 com o início da operação da UHE Itá, R$ 190 mil ao município.
Além deste recurso financeiro, o Consórcio Itá, por meio das equipes do Centro de Divulgação Ambiental - CDA, desenvolve programas de educação ambiental contemplando a rede educacional do município, levando e discutindo temas de grande importância, não só para o município, mas também para toda a região de abrangência do reservatório da Usina.
De acordo com o gerente geral do Consórcio Itá, Reginaldo de Oliveira, com os programas de Educação Ambiental e Vizinhos do Lago, o Consórcio se integra efetivamente com o município de Arabutã, identificando questões relevantes a serem discutidas, subsidiando o planejamento para execução de ações dos outros programas socioambientais e criando um canal de relacionamento entre a comunidade e o Consórcio.

Compartilhe:

Artigos relacionados

Notícias

Ver outras notícias